Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / Romeiros - quem somos nós?

Romeiros - quem somos nós?

Documentário sobre a história da secular romaria à Senhora do Bom Despacho


Vivemos num tempo em que as pessoas sentem uma sede insaciável de se agarrarem a qualquer coisa com que se identifiquem e a que sintam que pertencem.

Ter uma raíz e uma identidade em comum para partilhar com o seu semelhante é, sobretudo para os mais jovens, um factor de fortalecimento da identidade individual e colectiva, mas é, igualmente, uma forma de comunicar e estimular o diálogo intergeracional, despertando-os para a existência de uma matriz cultural que a todos caracteriza.

O documentário “Romeiros – quem somos nós?...” editado pela Comissão de Festas da Paróquia da Maia é um singelo contributo que se apresenta, como um documento que se destina a um público interessado em conhecer um pouco mais sobre as origens e significado simbólico da Romaria em Honra de Nossa Senhora do Bom Despacho, suas manifestações de Fé e Devoção e envolvimento da comunidade.

O conjunto de expressivas e intensas imagens, a validade das intervenções dos interlocutores convidados e o vasto conjunto de valiosas informações contidas no filme, conferem-lhe o interesse cultural que, na convicção de todos os seus intervenientes, fará com que as pessoas desejem obter para si ou para os seus filhos, um exemplar do documentário.

O conteúdo, alinhado em 8 capítulos que podem ser visualizados em separado, integra uma abordagem da simbólica religiosa, uma lição de história, uma perspectiva sobre a tradição, a cultura e a modernidade, panorâmicas da majestosa procissão e do arraial nocturno, mensagem do Presidente da Comissão de Festas e uma alocução final do Presidente da Câmara Municipal da Maia, encerrando com belíssimas imagens da monumental sessão de fogo de artifício.

Em pouco mais de meia hora, tempo útil para manter a atenção do espectador sem o aborrecer, conta-se um pouco da história da secular Romaria à Senhora do Bom Despacho, a mais antiga tradição que os maiatos souberam preservar e manter intacta no que ela tem de mais genuíno, a sua dimensão simbólica religiosa, alicerçada numa devoção que o Bispo do Porto D. Armindo Lopes Coelho quis premiar, coroando a Senhora como Padroeira da Maia e elevando a nossa Igreja Matriz à categoria de Santuário Mariano da Maia, momento histórico que também se encontra plasmado neste documentário.

Por fim, importa afirmar que a ideia condutora que presidiu à realização do filme foi sempre, o sentimento de pertença à Senhora do bom Despacho, Nossa Senhora e Nossa Mãe.